Loading...

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Sobre o Detran - Unidades de Atendimento - Ciretrans e Postos de Serviço de Trânsito

01º Curitiba - Av. Victor Ferreira do Amaral, 2940 (0800) 643-7373

* Adrianópolis - Av. Marechal Mascarenhas de Moraes, 57 (41) 3678-1573
* Almirante Tamandaré - Rua Antonio Batista De Siqueira, 712 (41) 3657-3311
* Bocaiúva do Sul - Rua Carlos Alberto Ribeiro, 21 (41) 3658-1222
* Campo Magro - Rua Silvestre Jarek, 155 (41) 3677-2020
* Doutor Ulysses - Rua João Gabriel de Oliveira, s/nº (41) 3664-1220
* Itaperuçu - Av. São Pedro, 956 (41) 3603-2064
* Mandirituba - Praça Bom Jesus, 44 (41) 3626-1122
* Pinhais - Rua Camilo De Lelis, 835 (41) 3912-5160 / Fax (41) 3912-5162
* Posto Avançado de Colombo - Rua Nicolau S. Do Carmo, 300 (41) 3605-1228 / Fax (41) 3666-3865
* Posto Central - Curitiba - Rua João Negrão, 246 (41) 3883-7350 / Fax (41) 3222-1206 ( Posto Central não realiza serviços pertinentes a área de veiculos )
* Posto da Vila Hauer - Curitiba - Rua Frederico Maurer, 1748 (41) 3371-8750 / Fax (41) 3276-0377
* Quatro Barras - Rua Catarina Knapik, s/nº (41) 3672-3124
* Tunas do Paraná - Rua Eros Rüppel Abdala, 16 (41) 3659-1030

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

A Empresa

Os CFCs FRANCINY (de Curitiba e Araucaria) atuam na busca da satisfação dos seus alunos bem como da rapidez dos serviços prestados, disponibiliza de uma frota veicular de 28 veículos bem como 4 turmas teóricas para melhor comodidade de seus alunos.
Para atingir esse objetivo ela dispõe de um sistema totalmente informatizado e controle presenciais digitalizados para maior segurança e qualidade.
Sendo que os instrutores são credenciados pelo DETRAN, bem como a auto escola é devidamente credenciada pela CONTROLADORIA Regional DE TRANSITO DO DETRAN DO PARANÁ e passam por vistorias freqüentes para garantir a qualidade dos serviços prestados.
Os veículos são novos, garantindo assim, a qualidade do aprendizado.

" Oferecer soluções com agilidade e eficácia, são atributos indispensáveis para o CFC FRANCINY. Fazendo com que os interesses de nossos clientes sejam inteiramente satisfeitos.
Esta é a filosofia que, cada vez mais, encanta nossos clientes, justificando o vertiginoso e sólido crescimento experimentado, ao longo da existência, adquirida pela CFC FRANCINY."

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Veículo - Como Proceder em Caso de Furto ou Roubo do seu Veículo

Assim que você tomar conhecimento do roubo ou furto de seu veículo, proceda da seguinte maneira:
- Ligue para a Polícia Militar - telefone 190, solicitando que seja acionado o alerta de furto de veículos.
- Registre queixa na Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos e requeira o Boletim de Ocorrência para a definição de responsabilidades e a Certidão de não localização do Veículo.
- Caso o veículo não tenha sido licenciado no exercício, solicitar a cópia da ocorrência na Delegacia para requerer junto a Secretaria da Fazenda o pagamento proporcional dos Débitos do IPVA.
- Em se tratando da ocorrência registrada no interior do Estado, procure a Delegacia de Polícia do Município.

A Polícia Rodoviária Federal está disponibilizando para a sociedade, o Sistema de Alerta de Roubo e Furto de veículos Nacional.
O sistema é integrado com o INFO ESTRADA e permite que o ALERTA seja automaticamente disponibilizado para as viaturas com acesso via satélite (480 veículos), e para os Postos da PRF informatizados (mais de 300 postos).
Caso deseje registrar a sua ocorrência, neste sistema, acesse o "Registro Online".

O registro nos Alertas não dispensa a comunicação à Polícia Civil.

Falsa comunicação à Polícia é crime: Art. 340 do Código Penal Brasileiro.
Fonte de Pesquisa: Detran/Pr

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Estatísticas de Trânsito

O Governo do Paraná vem trabalhando exaustivamente no sentido de diminuir ao máximo os acidentes de trânsito, para que a população paranaense, bem como a de outros estados que aqui circulam, sejam poupados desta perversa estatística de vítimas fatais, que situa o Brasil como um dos recordistas de acidentes de trânsito em todo o mundo.
É com uma postura enérgica e persistente por parte da sociedade, em conjunto com a Administração Pública, que poderemos realizar o bem-estar, a segurança e a integridade de todos, alcançando seu objetivo maior: a proteção da vida.
Neste sentido, o Detran/Pr elabora anualmente um trabalho de organização e sistematização de dados referentes ao trânsito por ele jurisdicionado, objetivando um estudo de forma analítica e gráfica, com o propósito de reverter esta situação, produzindo ações que melhorem a qualidade de vida dos cidadãos.
Fonte Detran/PR

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

1ª Habilitação

Para obter a permissão para dirigir - primeira habilitação – o candidato deve:

1. Ser penalmente imputável, ou seja, ter 18 anos completos.

2. Saber ler e escrever.

3. Possuir os seguintes documentos:

a) Carteira de Identidade (RG) ou outro documento de identificação como Certificado de Dispensa Militar (reservista), Carteira Profissional de Trabalho ou Passaporte.

b) Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) ou protocolo de encaminhamento do mesmo.

c) Comprovante de Residência original, atualizado (mês anterior), no município ou região de abrangência do órgão de trânsito onde deseja proceder à habilitação.

4. Ser aprovado no exame de sanidade física e mental;

5. Ser aprovado no exame de Avaliação Psicológica;

6. Freqüentar o Curso Teórico, com 45horas/aulas, ministrado por Instrutor em um Centro de Formação de Condutores (CFC).

7. Ser aprovado no exame teórico/técnico sobre os conteúdos abordados no curso teórico;

8. Receber, no mínimo, 20 horas/aula práticas de direção veicular para a categoria pretendida, ministrada por Instrutor devidamente credenciado ao Departamento de Trânsito;

9. Ser aprovado no exame prático de direção veicular para a categoria pretendida;

terça-feira, 27 de julho de 2010

Renovação

Para renovar sua carteira de motorista é muito simples e fácil. Se você fez sua primeira habilitação posteriormente a 1998, basta se dirigir a uma de nossas unidades munido com os seguintes documentos:

1. Carteira de Identidade ou outro documento de identificação equivalente ;

2. CPF - Cadastro de Pessoas Físicas no Ministério da Fazenda

3. Para condutores que possuem registro da CNH em outro Estado e que tenham se mudado para o Paraná, também deve ser apresentado Original de comprovante de residência no município ou região de abrangência do órgão de trânsito onde deseja proceder à habilitação;

Mas atenção!


De acordo com as Resoluções 168/169 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) os motoristas habilitados antes de 1998, quando entrou em vigor o atual código de Trânsito Brasileiro, devem fazer 15 horas de Curso de Atualização para poder renovar suas carteiras de habilitação.

Lembre-se:


Após o vencimento de sua carteira de motorista, você tem 30 dias para providenciar a renovação do exame, sob pena de cometimento de infração gravíssima, com perca de 7 pontos, sujeito a multa, recolhimento da CNH e retenção do veículo.

No Paraná a Portaria 14/05 do Detran/PR, determina que as carteiras de motoristas no estado, somente poderão ser renovadas a partir de 30 dias antes do vencimento.

Renovando sua Carteira em uma de nossas unidades, você terá a certeza de ser atendido de forma rápida e eficaz, evitando assim transtornos e poupando tempo.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Detran/PR investe mais de 29 milhões em sinalização urbana e viária

Em apresentação na Escola de Governo desta terça-feira (13), o diretor geral do Detran/PR, David Antonio Pancotti, divulgou o Programa de Sinalização Viária Urbana 2010, que prevê R$ 29,1 milhões em investimentos para 213 municípios do Paraná. A previsão é de que R$ 32 milhões sejam revertidos em sinalização urbana e viária, ainda neste ano. Cerca de 257 municípios contam com este benefício. De 2003 a 2010 foram aplicados R$ 45 milhões em obras desse tipo.

Pancotti destaca que este é o maior programa de sinalização urbana e viária do Brasil. “Somos o único departamento de trânsito do país que usa a receita recolhida com a cobrança de multas, em investimentos no trânsito”. O Código de Trânsito Brasileiro regulamenta que essa arrecadação deverá ser aplicada, com exclusividade, em Sinalização de Trânsito, Policiamento, Fiscalização e Educação de Trânsito.

Dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), revelam que em média acontecem 35 mil acidentes fatais, por ano, em todo o Brasil. Cerca de 40% dos leitos do SUS são ocupados por vítimas não fatais. Os gastos do governo com os acidentes de trânsito chegam a R$ 32 bilhões.

Para Pancotti, o investimento com a sinalização vai além da educação no trânsito. “Com este projeto asseguramos vidas. Com a sinalização urbana e viária garantimos 50% a 70% de redução nos acidentes de trânsito”
Assessoria de Imprensa do Detran